quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

 
É com arrojo que lhe escrevo esta carta, mas os meus ossos engelham-se com o tempo. Não com o tempo que passa por nós, mas com o tempo que se entranha no esqueleto, na medula, e nos faz aquele reumatismo especial que é o facto de passarmos ao lado da vida.

Não é o tempo que nos envelhece, é o tempo mal gasto.

Afonso Cruz em "A boneca de Kokoschka" - Página 90 - Quetzal Editores, 2010.

Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Website Counter
Free Counter